1 BRL = 0.98 PLN

Pomorskie

Pomorskie_1170.jpg

A Pomerânia (Pomorze em polonês, com a capital em Gdańsk) é uma região de linda natureza – mar, centenas de lagos limpos, florestas e rios velozes. Oferece ao mesmo tempo um vasto leque de atrações urbanas, tais como centros comerciais com lojas de marcas cobiçadas. A região oferece alojamentos confortáveis tanto nas cadeias hoteleiras conhecidas no mundo inteiro, como nos sítios históricos com um ambiente único – nos antigos palácios e castelos. De costume, a exploração da região de Pomerânia começa na Tricidade – um conjunto único de três cidades – Gdańsk, Gdynia e Sopot.

Gdańsk

O Caminho Real é o coração da cidade que se estende do Portão Superior (Brama Wyżynna) até ao Portão Dourado (Brama Złota), e depois pela Rua Comprida (Długa) e pelo Mercado Comprido (Długi Targ) até ao Portão Verde (Brama Zielona). Antigamente o Portão Superior fazia parte das fortificações e era uma das entradas principais à cidade. Ao longo da Rua Comprida e do Mercado Comprido, de dois lados, podemos contemplar bonitas casas burguesas com as fachadas finas e os lindos remates.

A Prefeitura da Cidade Principal encontra-se no canto nordeste do Mercado Comprido. Do topo da sua torre se pode ver um lindíssimo panorama da cidade e a Igreja de Nossa Senhora. O restaurado Corte de Artus (Dwór Artusa) encontra-se logo ao lado; no passado realizavam-se nele as reuniões de ricos comerciantes. No interior encontra-se o maior forno do mundo, composto por 500 azulejos feitos a mão. A fonte do Neptuno, colocada em frente da Corte de Artus em 1613, é um símbolo da união da cidade com o mar. Atrai multidões de turistas que têm à sua disposição numerosos restaurantes e cafés situados à volta dela.

Passando pelo Portão Verde saímos para a Costa Longa – um passeio público muito animado. Seguindo em frente, rumo ao norte, passamos ao lado do Elevador Antigo - o símbolo da cidade. Construído no século XV era na altura o maior elevador de mercadorias do mundo.

A Igreja Gótica de Nossa Senhora é um dos maiores templos da Polônia, tendo a capacidade de albergar 20000 pessoas. Merece a atenção especial o relógio astronômico construído nos anos 1464-70. Na altura era o maior relógio do mundo. Foi restaurado ao pormenor com um grande esforço. Para o topo da torre subimos pela maior escada da Polônia que tem 408 degraus! O esforço é compensado pelo maravilhoso panorama da cidade.

Vale a pena mencionar também que foi em Gdańsk onde nasceu Daniel Fahrenheit, inventor do termômetro de mercúrio e da escala de temperatura aplicada em vários países.

O evento mais importante na agenda de Gdańsk é uma das mais antigas (em 2013 celebrou o 750º aniversário) feiras da Europa – a Feira de São Domingos (Jarmark św. Dominika). Todos os anos, durante três semanas, a Cidade Velha se transforma num grande mercado de rua. O evento é acompanhado por concertos ao ar livre e várias apresentações teatrais.

Sopot - a mais famosa estação balnear da costa do Mar Báltico. Este lugar com uma história impressionante oferece uma vasta gama de eventos culturais e de lazer. O pier de madeira, construído em meados do século XIX, tem 512 m, sendo o mais longo da Europa. De dois lados do pier estende-se uma larga praia de areia branca. A Rua dos Heróis de Monte Cassino (Bohaterów Monte Cassino) que se estende da praia à estação de trens está cheia de cafés, restaurantes e lojas. Entre elas há um pequeno shopping que se encontra na casa famosa pela sua fachada de paredes curvas - Krzywy Domek (Casa Retorcida) – uma das poucas construções deste tipo na Europa. A muito famosa Ópera na Floresta dispõe de 4500 lugares. No verão se realizam nela numerosos shows, musicais e festivais da música. Em Sopot não faltam hotéis de luxo e restaurantes.

Gdynia é uma cidade moderna, o centro de comércio, cultura e turismo. Uma das atrações mais modernas são a torre de observação de 22 metro de altura que proporciona uma vista maravihosa para o panorama do Golfo de Gdańsk e o moderno Museu da Emigração que conta em forma de multimídia a história da emigração polonoesa desde o século XIX até hoje.

Em Gdynia, entre junho e julho, se realiza Open’er Festival – um dos maiores festivais de rock e da música eletrônica da Europa, onde se pode assistir aos concertos das estrelas da música mundial tais como Rihanna, Kings of Leon, Blur, Massive Atack.

Malbork - a cidade é conhecida sobretudo pelo castelo inscrito na lista do Patrimônio Cultural da Humanidade UNESCO - castelo que pertencia à Ordem Teutônica, uma das mais poderosas na Europa. À 30 km de Malbork encontra-se a localidade de Pelplin, cuja atração principal é uma igreja cisterciense com os interiores impressionantes e com um museu cuja coleção engloba a única edição da Bíblia de Gutenberg.

O Castelo de Malbork faz parte da Rota de Castelos Góticos. Otros bonitos castelos da Costa do Mar Báltico são os castelos teutônicos em Gniew e Bytów e o castelo gótico em Kwidzyn. Nesses castelos são organizados recriações históricas e torneios de justa.

Szwajcaria Kaszubska (“Suiça” de Kaszuby) Nesta região caraterística que faz lembrar as paisagens da Suíça encontram-se 250 lagos, sendo ao mesmo tempo um dos maiores e mais bonitos terrenos florestais da Polônia. Os caminhos estreitos e pouco frequentados se estendem entre chácaras solitárias e lindas aldeias bem cuidadas. Num antigo castelo teutônico do ano de 1400 que se encontra em Bytów hoje funciona o hotel. A cidade mais importante da “Suíça” polonesa é Kartuzy onde podemos encontrar uma igreja curiosa que tem o telhado em forma do caixão. Em Mirachowo funciona um parque das miniaturas de Cassúbia (Kaszuby) e de todo o mundo. Em Szymbark podem deparar com dois recordes de Guiness – um deles é a tábua mais comprida do mundo que mede 36,83 m e pesa mais que 1100 quilos, e o outro é o maior piano tocável do mundo. Há também outra atração – uma casa curiosa de “cabeça para baixo”.

Wdzydze Kiszewskie é uma pequena localidade situada à beira de um lago em que funciona o mais antigo museu ao ar livre da arquitetura tradicional da região de Cassúbia (Kaszuby).

Península Hel

A península Hel é um interessante centro de lazer veraneio. Tem 35 km de comprimento e em algumas partes apenas 200 m de largura, entrando à Baía de Gdańsk. As atrações turísticas que mercem destaque são as antigas casas de pescadores, uma aldeia de pescadores – Jastarnia, o conhecido resort veraneio Jurata, e a pequena aldeia Chałupy conhecida pela praia de naturistas. A península Hel é também um paraíso para os amantes de armas e artes marciais.

Para os amantes da natureza há outra atração – o Parque Nacional Słowiński com a sua floresta costeira, enormes lagos, mangues e pântanos, um farol, uma aldeia histórica, um antigo campo de provas de misséis alemão, mas acima de tudo o "deserto da Pomerânia", ou seja dunas movediças.

O âmbar é particularmente relacionado a Gdansk onde há muitas lojas com produtos de âmbar e manufaturas que se dedicam à transformação desta pedra. O Museu de Âmbar (Muzeum Bursztynu) apresenta a história da criação de âmbar, suas propriedades, obtenção e processamento ao longo dos anos - desde a antiguidade até aos dias atuais. Um outro museu muito importante é o Centro Europeu da Solidariedade que se encontra no antigo estaleiro de Gdańsk e apresenta o caminho para a democracia polonesa.

“Pomorskie Prestige” é uma proposta para turistas exigentes que procuram a mais elevada qualidade, ofertas, lugares e atividades exclusivos. Lá encontrarão informações sobre culinária, moda, galerias de arte, sítios de moda na Tricidade, compras, relaxamento e spa, bem como sobre esportes elegantes, golfe e vela.

Gdańsk dispõe de dois grandes e modernos sítios, ideais para grandes eventos - Ergo Arena – o pavilhão situado na proximidade de Sopot e o estádio de futebol - PGE Arena. São os lugares preferidos das estrelas de música de fama mundial, bem como locais onde se realizam os eventos esportivos europeus. Vale a pena tomar conhecimento das agendas desses estabelecimentos antes da chegada a Gdańsk.

A costa do Mar Báltico é a a regiaõ muito atraente e de fácil acesso para os turistas do Brasil. O aeroporto moderno de Lech Wałęsa em Gdańsk oferece uma extensa rede de conexões aéreas com os maiores aeroportos de escala no roteiro Brasil-Europa, tais como Frankfurt, Paris, Amsterdão, mas também as ligações locais – de Gdańsk iremos facilmente a Varsóvia, Crácovia e Wrocław. Perto do aeroporto e à distância de menos de 3-5 horas de ônibus encontraremos muitas atrações.

Saiba mais sobre a região:

www.pomorskie.eu

www.pomorskie-prestige.eu

PLANEJE SUA ROTA

Planeje uma viagem
How many people?
1
For how long?
2 days
Boletim de Notícias