Warsaw 5 ºC
1 EUR = 4.32 PLN
Contacte-nos

Terras férteis e mansões de famílias nobres e aristocráticas cercam a capital da região, Poznan. A uma curta distância de Poznan, em Gniezno, foi fundada a primeira capital do Estado polaco, nascida em 966. Por esse motivo, a região é considerada o berço da Polónia e o local de fundação da sua primeira dinastia: a do Piast. Os seus restos mortais descansam na catedral de Poznan.

  • Pôr do sol sobre o rio Warta
    Pôr do sol sobre o rio Warta
  • Uma trilha no Parque Nacional Wielkopolski
    Uma trilha no Parque Nacional Wielkopolski
  • Praça Principal de Poznan
    Praça Principal de Poznan
  • Prefeitura de Kalisz
    Prefeitura de Kalisz
  • Vista áerea de Gniezno com a sua catedral
    Vista áerea de Gniezno com a sua catedral
  • O castelo de Kórnik
    O castelo de Kórnik
  • O Palácio neoclássico de Smielow
    O Palácio neoclássico de Smielow
  • O Palácio barroco de Rogalin
    O Palácio barroco de Rogalin
  • Locomotiva a vapor na estação de Wolsztyn
    Locomotiva a vapor na estação de Wolsztyn
  • Mina de Sal de Klodawa
    Mina de Sal de Klodawa

Castelos da Grande Polónia

Ao sul de Poznań encontra-se o castelo de Kórnik com um museu de móveis, armas, pinturas e uma biblioteca. O Palácio de Rogalin, do século XVIII, preserva uma histórica decoração de interiores e uma coleção de pintura europeia dos séculos XIX e XX. O castelo de Rydzyna, com os seus magníficos trabalhos de estuco nos interiores, é considerado uma pérola da arquitetura. O palácio, situado na localidade vizinha de Rokosowo, construído no século XIX, está rodeado por um jardim de estilo inglês. Os dois foram transformados em hotéis. Em Antonin situa-se um interessante palacete de caça. Este edifício em madeira de quatro andares foi visitado por Frédéric Chopin e tem hoje um pequeno museu dedicado ao compositor. No palácio funciona também um hotel.

O museu ferroviário de Wolsztyn tem uma coleção única de carruagens e locomotivas que todos os anos podem ser admiradas no mês de maio durante o “Desfile de Locomotivas a Vapor”. É o único lugar da Polónia e da Europa que usa as suas locomotivas para puxar os comboios regulares. No rés-de-chão do museu encontram-se aproximadamente 30 peças únicas da frota ferroviária. Uma das mais preciosas é a "Bela Helena", uma locomotiva a vapor Pm36, produzida na Polónia em 1937, que atingia a velocidade máxima de 130 km/h. No local estão também expostos os antigos edifícios ferroviários.

Licheń Stary – a maior igreja da  Polónia

O segundo santuário polaco visitado com maior frequência, depois do Częstochowa, é o de Licheń onde se situamduas igrejas. A mais antiga, de estilo neogótico, dedicada a Santa Doroteia, guarda no seu interior a imagem da Nossa Senhora de Licheń (Matka Boża Licheńska) do século XVIII. A outra é uma basílica gigante, a maior igreja da Polónia, a sétima da Europa e a décima primeira do mundo. O seu interior, composto por cinco naves, faz lembrar as basílicas dos primeiros anos do cristianismo. As suas torres com 128 metros de altura são as mais altas entre as construções sacras da Polónia. Na área do santuário há também uma Via Sacra que chama a atenção dos visitantes com a sua forma de fortificações de conto de fadas, abrigando capelinhas e numerosas figuras.

Mas Wielkopolska não é apenas história. Os turistas vão descobrir lá os lugares extremamente valiosos e encantadoras paisagens naturais. Tem também uma rede de ciclovias e pistas de hipismo, lagos e rios, onde poderá desfrutar de desportos aquáticos.

Wielka Pętla Wielkopolski (Grande Laço de Wielkopolska) é a rota fluvial mais longa de Wielkopolska. Conta com uma boa infraestrutura para praticar motonáutica e canoagem, assim como uma rede de marinas, portos seguros e slips para canoas, assegurando a possibilidade de descanso, refeição ou arranjos técnicos.

O Parque Nacional da Grande Polónia situado apenas a 15 km a sul de Poznań é o habitat de javalis, cervos, veados, raposas, texugos, martas, lebres e mais de 200 espécies de aves. É um sítio ideal para caminhadas e passeios de bicicleta.

A base da culinária de Wielkopolsk foi, ao longo dos anos, a batata e a farinha. Muitos restaurantes servem também czernina, uma sopa com sangue de pato. No entanto, a iguaria mais famosa de Poznań são os croissants de São Martinho que, uma vez por ano, mais exactamente a 11 de novembro, são comidos em grandes quantidades pelos habitantes da cidade. Os bolos estão recheados com sementes de papoila branca e frutos secos. Segundo reza a lenda, o primeiro padeiro que fez este bolo baseou-se numa ferradura perdida pelo cavalo de São Martinho nos subúrbios de Poznań.

Só no dia de São Martinho os habitantes de Poznań e numerosos visitantes consomem cerca de 250 toneladas, ou seja, 1,25 milhões de croissants!

Saiba mais sobre a região:

www.wielkopolska.travel
 

A nossa morada
Organização Polaca de Turismo
Delegação para Espanha e Portugal
calle Princesa 3 duplicado, local 1310
28008 Madrid, Espanha